Semana do Meio Ambiente

A UFLA é sustentável

Ser sustentável é aproveitar o que o mundo nos oferece sem comprometer as gerações futuras. A sustentabilidade ambiental pode ser definida como a capacidade de o ser humano interagir com o planeta, preservando o meio ambiente para não comprometer seus recursos naturais. Em comemoração ao Dia do Meio Ambiente, celebrado em 5/6, a UFLA realiza a Semana do Meio Ambiente, com atividades para conscientizar a comunidade na busca de um desenvolvimento ambientalmente sustentável. Clique aqui para conferir a programação da Semana do Meio Ambiente na UFLA.

A partir do Plano Ambiental e Estruturante, iniciado em 2009, a UFLA tem investido em uma série de ações para ser uma universidade ambientalmente sustentável.  Nosso compromisso é buscar a sustentabilidade para atender a demanda da nossa Instituição com respeito ao meio ambiente, cuidando da natureza e, ao mesmo tempo, promovendo economia de recursos financeiros.

Essa excelência em gestão ambiental tem sido reconhecida internacionalmente. Em 2017, a UFLA alcançou a 35ª posição no ranking UI Green Metric, que avaliou o desenvolvimento sustentável de 618 universidades em todo o mundo. A Universidade subiu três posições em relação ao ano anterior, e no item Educação ocupou a 1ª colocação:

  • 68,4% dos programas de graduação e pós-graduação e 70% das organizações estudantis da UFLA, como núcleos e empresas juniores, têm relação direta ou indireta com a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade;
  • 35% dos eventos realizados pela Universidade e quase 3000 publicações acadêmicas em 2017 abordaram o tema.

Somos também a 2ª Universidade do mundo a receber o certificado de Universidade Azul, concedida pelo movimento global “Blue Community”, por nossa excelência em gestão das águas. 

 

 


 

 O que a UFLA tem feito?

 

Plantio de mudas.

135 mil espécies de árvores nativas já foram plantadas para proteger nascentes, áreas ribeirinhas, e fornecer sombra pelo câmpus – um espaço cada vez mais agradável para a comunidade.

Canecas da UFLA.

Todos os alunos e servidores que entram na Universidade ganham canecas de uso contínuo e uma sacola ecológica. A compra de copos descartáveis é proibida na Universidade, o que diminui a geração de resíduos.

Selo Procel de Economia de Energia.

A UFLA tem uma política de compras sustentáveis, em que todos os novos equipamentos contam com o selo Procel de Economia de Energia.

Iluminação LED.

As lâmpadas fluorescentes convencionais estão sendo gradualmente substituídas por Lâmpadas LED, incluindo a iluminação do câmpus, que têm uma vida mais longa e proporcionam maior economia de energia.

Iluminação natural.

Os novos prédios do câmpus têm sido construídos para favorecer a iluminação e a ventilação natural, gerando economia significativa no consumo de eletricidade.

Sistema de filtragem de gás.

A UFLA conta com mais de 50 lavadores de gases em seus laboratórios institucionais para reter gases que venham a ser gerados em manipulação de materiais.

Painéis de energia fotovoltaica.

A UFLA utiliza energia fotovoltaica como complemento no fornecimento de energia elétrica, com placas instaladas em bicicletários. Uma contribuição 38 Kwp, lançados diretamente na rede de distribuição elétrica do câmpus.

Ecobicicletário

E por falar em bicicletas, a UFLA conta com 8 km de ciclovias, além dos estacionamentos espalhados por todo o câmpus.

Mamute - ônibus circular interno.

A UFLA conta com dois ônibus para circulação da comunidade dentro do câmpus de forma gratuita – apelidados de Mamute e Elefantinho – , que contribuem para a redução do número de carros e motos na Universidade.

Torneiras eficientes.

Nos últimos anos, a instituição realizou a substituição de torneiras, vasos sanitários e equipamentos para produção de água destilada nos laboratórios por equipamentos mais eficientes no uso da água.

Brigada de Incêndios.

A UFLA ampliou o escopo de ação da Brigada de Incêndios, que foi equipada, treinada e orientada para a prevenção e combate aos incêndios no câmpus da Universidade e seu entorno.

Digestor de carcaças.

Em uma iniciativa pioneira entre as universidades brasileiras, o Departamento de Medicina Veterinária da UFLA conta com um aparelho biodigestor de carcaças, garantindo o destino ambientalmente correto desses resíduos.

Compostagem.

Parte dos resíduos orgânicos gerados na câmpus, como restos de alimentos e originados de corte de grama e poda, são enviados para compostagem. O processo dá origem a um fertilizante usado dentro do câmpus. A instituição mantém parceria com a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Lavras (Acamar) para implantar a coleta seletiva semanal no câmpus, promovendo um destino adequado para desperdício e renda para os associados.

Laboratório de Gestão de Resíduos Químicos.

Os resíduos químicos são recolhidos e tratados no Laboratório de Gestão de Resíduos Químicos (LGRQ) da UFLA, o que evita a contaminação do solos e lençóis freáticos. Além de reagentes vencidos, o LGRQ trata e recupera, via destilação, solventes orgânicos e os disponibiliza com alto grau de pureza para nova utilização nos laboratórios. Membros da comunidade podem solicitar o fornecimento de frascos e o recolhimento do resíduo químico e biológico por meio de uma ordem de serviço via Sipac/UFLA. Aqueles que não são passíveis de tratamento, são enviados para empresa especializada em dar a destinação adequada.

Prevenção de zoonoses e endemias.

A Universidade desenvolve políticas de prevenção de zoonoses e endemias, e controla a ocorrência de focos de vetores. Além disso, realiza campanhas de educação em saúde orientando a guarda responsável de animais.

Comunicação interna.

A comunicação interna na UFLA é realizada digitalmente, em um sistema informatizado que gerencia todos os procedimentos administrativos, reduzindo a praticamente zero o número de impressões de documentos. Quando a impressão se faz necessária, incentiva-se o uso de papel reciclado – como é o caso do jornal institucional e agendas.

Estação de Tratamento de Esgoto
Estação de Tratamento de Esgoto

A estação de tratamento instalada utiliza reatores UASB e FBS (filtros biológicos submersos), um dos sistemas mais modernos e eficientes de tratamento de esgoto.

O esgoto do Restaurante Universitário recebeu cuidado especial com a instalação de caixa de gordura aerada, com sistema automatizado de remoção por raspagem da escuma flotada.

A gordura retirada é enviada para o grupo de pesquisa de Biodiesel, que estuda o aproveitamento desta gordura para produção de biodiesel.

Estação de Tratamento de Água
Estação de Tratamento de Água

A UFLA possui um sistema de tratamento e distribuição de água independente. A ETA é a unidade responsável por tratar a água bruta por meio de um sistema de tratamento convencional, adequando sua qualidade para o consumo humano e para o uso diverso da universidade.

A captação de água bruta ocorre em represa localizada nas proximidades do Departamento de Zootecnia, dentro do câmpus da UFLA, e o posterior envio até a unidade de tratamento se dá por meio de um conjunto motobomba. A fim de monitorar a qualidade do tratamento da água na UFLA, são realizados periodicamente medições, análises e procedimentos técnicos na estação.


 

O que você pode fazer para preservar o meio ambiente?

 

Economizar água é algo essencial!

  • Feche as torneiras quando não estiverem sendo usadas;
  • Reutilize água sempre que possível;
  • Evite banhos demorados;
  • Não utilize a descarga sem necessidade;
  • Não utilize o vaso sanitário como lixeira;
  • Não desperdice água em limpeza de áreas sem a necessidade, prefira utilizar um pano úmido.

 

Economize energia: bom para você, bom para a natureza!

  • Apague as luzes dos cômodos que não estão sendo usados;
  • Não deixe aparelhos elétricos e eletrônicos ligados se ninguém estiver utilizando;
  • Aproveite a luz solar, abra as portas e janelas. É mais agradável e faz bem para a saúde;
  • Retire da tomada os eletrodomésticos após o uso.

 

Reduza!

  • Diminua o consumo de produtos embalados e pequenas porções. Dê preferência a embalagens maiores ou produtos concentrados;
  • Na hora da compra, avalie se realmente precisa do produto: além de economizar, irá gerar menos resíduo;
  • Diminua o uso de descartáveis.

 

Reutilize!

  • Transforme coisas velhas em novas com um pouco de criatividade e materiais que tem em casa;
  • Escolha produtos com embalagens retornáveis;

 

Recicle!

  • Separar o lixo para coleta seletiva diminui a poluição do solo. Na UFLA, há lixeiras para separação dos resíduos em todo o câmpus, e a coleta é realizada todas as quintas-feiras;
  • Faça a compostagem dos resíduos orgânicos ou encaminhe para o setor especializado;

 

Use o Transporte Sustentável!

  • Em curtas distâncias deixe o carro na garagem e faça uma caminhada, além de evitar a emissão de gases poluentes, faz bem à saúde;
  • Andar de bicicleta faz bem para a saúde e poupa a natureza;
  • Se possível use transporte coletivo, é um carro a menos poluindo o ar que respiramos. Na UFLA, confira os horários de circulação do transporte interno gratuito;
  • Dar carona aos amigos ou pegar carona pode ser divertido e sustentável.

 

Não descarte pilhas e baterias em lixo comum: Pilhas e baterias contêm metais pesados e tóxicos como cádmio, chumbo e mercúrio, que contaminam o solo e a água. Ao descartar pilhas e baterias, procure um posto de coleta. Na UFLA, existe um ponto de descarte próximo à copiadora, no Centro de Convivência.

 

Ensine a importância da sustentabilidade

  • Não dá para mudar o mundo sozinho, é necessário a união para conseguirmos atingir essa meta de sermos sustentáveis.
  • É importante ensinar às pessoas a importância de preservar a natureza e seus benefícios,pois o futuro do planeta depende disso.

 

 


Diretoria de Meio Ambiente

A DMA é responsável pela implantação e gestão do Plano Ambiental da UFLA, promovendo também ações que busquem conscientizar a sociedade na busca de um desenvolvimento ambientalmente sustentável no Brasil e no mundo.

Para mais informações sobre sua estrutura, serviços e projetos, acesse o site www.dma.ufla.br ou entre em contato pelos (35) 3829-3103 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.